Skip to end of metadata
Go to start of metadata


Requisitos

Se estiver lidando com um servidor/host remoto, assegure-se que a conectividade entre os hosts (local e remoto) seja possível e que não haja barreiras para o protocolo utilizado, seja ele FTP, SFTP, FTPS/SSH ou compartilhamento de rede (firewalls ou proxies, por exemplo).

Configuração

Adicione o servidor de deployment

Você pode criar o servidor de deploy através das configurações em Settings  Project Settings → Deployment ou pelo menu Tools  Deployment  Configuration.... Clique no botão com o [ + ] para adicionar um novo servidor.

Insira um nome para identificar esse servidor e selecione seu tipo, conforme as seguintes definições:

  • FTP: Conexão ao servidor remoto via FTP
  • FTPS: Conexão ao servidor remoto via FTPS (FTP Secure)
  • SFTP: Conexão ao servidor remoto via SFTP ou SSH
  • Local or mounted folder: o diretorio do projeto d servidor de deploy é acessível por seu computador local, seja um diretório físico em seu computador ou um sistema de arquivos montado.
  • In place: o projeto do PhpStorm está localizado no document root do servidor.

Clique em OK para adicionar o servidor de deploy.

Icon

Embora os servidores de deploy sejam registrados sob as configurações do projeto, os detalhes de suas conexões são globais e disponíveis para qualquer projeto aberto no PhpStorm. Os Mapeamentos e Caminhos Excluidos (Excluded Paths) são configurações específicas por projeto. Desta maneira, multiplos projetos podem compartilhar os mesmos servidores de deploy sem ter que configurar a conexão para cada um separadamente.

Configure a conexão

A partir da aba Connections, podemos especificar os detalhes da conexão. Dependendo do tipo de servidor selecionado no passo anterior você encontrará diferentes configurações a ajustar.

Uma configuração que é comum a todos os tipos é a URL raiz do servidor web (Web server root URL). Isso normalmente é o endereço utilizado para lançar o servidor que estamos configurando no browser.

Expanda os itens abaixo de acordo com o tipo de servidor escolhido:

FTP, FTPS, SFTP:

 Expandir...

Para servidores FTP, FTPS e SFTP a configuração é bem similar. Devemos especificar o hostname do serviço FTP, porta, diretório raiz (para o FTP) e as credenciais de acesso.


Se a conexão escolhida for FTPS você poderá ainda escolher se a conexão será explícita ou implícita. Se for SFTP você poderá usar a autenticação usando chaves privadas. Há ainda opções avançadas acessadas pelo botão Advanced options.... referentes ao tipo de conexão escolhida.

Local or Mounted Folder

 Expandir...

Em resumo, usamos este tipo de deploy quando estamos desenvolvendo em um diretório mas o document root do servidor web está configurado para outro - então devemos fazer cópias locais para este segundo. Neste tipo precisamos apenas indicar o diretório para o qual os arquivos deverão ser copiados para o deploy.

In Place

 Expandir...

Já quando seu servidor web já está mapeado para o projeto você só precisa informar a url de acesso ao mesmo.

Configurando o mapeamento

Um mapeamento é uma relação entre os diretórios do projeto, os diretórios no servidor e os URLs para acessar os arquivos no servidor via HTTP. Estes mapeamentos são usados para ajudar o PhpStorm a encontrar um diretório no servidor remoto.

A maneira mais simples é mapear todo o diretório do projeto para o diretório do servidor, a partir do qual a estrutura de diretórios será a mesma entre os dois. Dependendo de configurações do servidor e/ou layout do projeto, pode ser útil mapear mais de um diretório através da aba Mappings.

Na captura de tela abaixo especificamos a seguinte relação:

Caminho Local

Caminho de Deploy (por exemplo: diretório no servidor FTP)

Caminho Web (URL)

/home/developer/Projects/wordpress-networkmarketing

/site/wwwroot/wp-content/plugins/jetbrains-networkmarketing

/wp-content/plugins/jetbrains-networkmarketing

Frameworks como o Symfony2, Zend Framework, Laravel ou CakePHP normalmente fazem uso de dois diretórios: /application, no qual o código de controladores e da aplicação residem, e /public, que corresponde ao document root e normalmente serve os arquivos públicos, tais como Javascript, CSS e imagens estáticas. Este tipo de aplicação pode ser mapeada assim:

Caminho Local

Caminho de Deploy (por exemplo: diretório no servidor FTP)

Caminho Web (URL)

/home/developer/Projects/FirstProject/application

/var/site/application

 

/home/developer/Projects/FirstProject/public

/var/site/wwwroot

/

No PhpStorm, ao clicar em Add another mapping, você pode adicionar mais mapeamentos. A configuração acima pode ser ajustada assim:


Veja que há uma mensagem por termos deixado o diretório /application sem um caminho web especificado, que para esta configuração está ótimo.

Lembre-se

Icon

Quando houver vários mapeamentos similares, o mais próximo em relevância é aplicado

Defina o servidor padrão

Se estiver usando mais de um servidor de deploy mas utiliza um com mais frequência, você pode configurá-lo como padrão para as operações de deploy. Você pode fazer isso através do botão Use this server as default na aba Mappings nas configurações de Deployments.

Configure os diretórios excluídos do deploy

Algumas vezes é necessário que alguns diretórios não sejam incluídos no processo de deploy, ou baixados do servidor para o projeto. Por exemplo, diretórios de log ou caches do Smarty ou Twig. Estes caminhos podem ser excluídos na aba Excluded Paths. Você pode selecionar os arquivos tanto no servidor local como no configurado para deploy.

Explorando o Servidor

Após a configuração podemos navegar pelos servidores remotos acessando pelo menu Tools → Deployment → Browse Remote Hosts. Uma novo painel de ferramentas será aberto exibindo os diretórios no servidor remoto.

Icon

Na captura de tela acima alguns arquivos são exibidos com uma marcação verde. Estes arquivos são aqueles que estão também no projeto. Esta coloração é baseada nos mapeamentos criados anteriormente.

Icon

Podemos navegar entre os diretórios local e remoto usando AltF1.

Fazendo o deploy dos arquivos para o servidor

O deploy dos arquivos para o servidor pode ser feito de diversas maneiras. A mais fácil delas é selecionar o projeto, um diretório ou somente um arquivo no painel do projeto. Ao abrir o menu de contexto você pode usar o item Deployment → Upload to <server name> (ou Deployment → Upload to... se não houver um servidor default configurado) que faz exatamente o que sugere: faz o upload da seleção para o servidor remoto.

Podemos ver o progresso da transferência no painel File Transfer que será aberto.

Fazer o download de arquivos do servidor é feito da mesma maneira. Podemos usar o menu de contexto no painel Remote Hosts e usar a opção Download.

Arrastar e soltar entre projeto e servidor

O PhpStorm vem com o recurso de Arrastar e Soltar e Copiar e Colar nos painéis Project e Remote Hosts. Para usar estes recursos abra o painel Remote Hosts pelo menu Tools → Deployment → Browse Remote Hosts.

Arquivos e diretórios podem ser copiados (ou movidos) do, e para o, servidor de deploy arrastando-os e soltando-os. Esta funcionalidade se comporta como o seu gerenciador de arquivos: por padrão o item selecionado será movido. Segurando o Ctrl ao soltar a seleção será copiada.

O Arrastar e Soltar pode ser usado para explorar arquivos no servidor que não estão mapeados.

  • No labels