Skip to end of metadata
Go to start of metadata


O IntelliJ IDEA Ultimate suporta, assim que você o instala, os mais populares servidores de aplicação como GlassFish, WebLogic, JBoss EAP, Wildfly, WebSphere, Tomcat, TomEE, Jetty, Geronimo, Resin e Virgo.

1. Servidores de Aplicação

Para configurar um servidor no IDE acesse Settings → Application Servers e clique no botão Add application server. O IDE irá automaticamente detectar sua versão e oferecer a você que selecione quais bibliotecas para adicionar as dependências para quando o servidor estiver em uso no projeto.

2. Facet Web

Uma coisa importante quando trabalhando com um servidor de aplicação é o Facet Web. É onde o IDE armazena as configurações para web para cada módulo de seu projeto. Estas configurações incluem os descritores para deploy e as raízes de recursos web - eles estão disponíveis em Project Structure → ModulesProject Structure → Facets.

Normalmente você não precisa configurar o Web facet manualmente. O IDE automaticamente deteca os descritores e raízes (root) de recursos web e sugere configurá-los.

3. Artefatos

Um artefato é o que o IDE entrega a um servidor quando você roda a aplicação via Run configurations. Cada artefato tem seu nome, diretório de saída, layout, tipo (Web Application: ArchiveWeb Application: ExplodedEJB Application: ArchiveEJB Application: Exploded, etc...). Para configurar os artefatos vá para Project Structure → Artifacts.

Se você usar Maven ou Gradle, você não precisa configurar os artefatos manualmente. O IDe automaticamente sincroniza-os com os artefatos definidos nos arquivos de build.

4. Configurações de execução

Uma configuração de execução (Run configuration define como os artefatos serão entregues para o servidor. O IntelliJ IDEA tem dois tipos de configurações de execução: LocalRemote. A configuração Local inicia uma nova instância do servidor e entrega os artefatos alí. A configuração Remote entrega os artefatos a um servidor independente já em execução.

Cada servidor de aplicação deve ter um conjunto diferente de parâmetros em Run configuration.

Um parâmetro importante é On ‘update’ action, que define como atualizar o servidor quando você usar a ação de Update via CtrlF10 (CmdF10 no Mac). Baseado na sua escolha, o IDE pode atualizar os recursos (update resources), atualizar as classes e os recursos (update classes and resources), refazer a entrega (redeploy) ou reiniciar o servidor (restart the server). Desmarque o checkbox do Show dialog se você não quiser ver o diálogo todas as vezes que você atualizar sua aplicação. Esse é um grande poupa tempo quando você atualiza a aplicação com muita frequência.

Outro parâmetro importante é a desativação no frame (On frame deactivation), que define como atualizar a aplicação quendo você alterna do IDE para o navegador, por exemplo. Baseado nessa configuração o IDE pode atualizar os recursos, atualizar as classes e os recursos ou não fazer nada (do nothing). Esta configuração pode ser muito útil quando você quiser ter sua aplicação atualizada automaticamente cada vez que você alternar para o navegador.

Tenha em mente que as opções de atualizar os recursos e atualizar as classes e os recursos ficam disponíveis somente para para o tipo de artefato Exploded. Para o tipo Archive use o HotSwap.

Por padrão, o IDE roda o servidor de aplicação usando o JRE do projeto. Entretanto você pode sempre escolher por usar um JRE alternativo.

Uma parte essencial de qualquer configuração de execução é a entrega de artefatos (Deployment).

Por padrão o IDE constrói automaticamente os artefatos antes de fazer o deploy. Entretanto você pode mudar isso usando o grupo Before launch (antes de lançar) na configuração de execução.

Uma configuração Remote tem parâmetros adicionais, como o host e a porta do servidor para o qual você deseja entregar seus artefatos.

5. Executando e depurando a aplicação

Uma vez que uma connfiguração de execução está criada, você pode executar ou depurar sua aplicação pela barra de ferramentas, menu Run ou pelos atalhos ShiftF10 para executar e ShiftF9 para depurar.

6. Update e HotSwap

Quando você precisa aplicar as mudanças no código para uma aplicação em execução recomendamos que use a ação Update via CtrlF10 (CmdF10 no Mac). Como mencionado acima, a ação de Update só está disponível para os artefatos do tipo Exploded. Baseado na sua escolha pode ser update resources ou update classes and resources. Quando a ação de Update é aplicada em modo de Debug ele usa HotSwap; no outro caso usa Hot redeployment.

Se você usar o artefato do tipo Archive você só contará com HotSwap, que é feito automaticamente quando você está em modo Debug.

7. Construir artefatos (Build)

Você pode sempre fazer o IDE construir seus artefatos pela ação Build → Build artifacts.

8. Ferramenta de Servidores de Aplicação

Cada configuração de execução é mostrada na ferramenta Application servers, com o servidor e o estado dos artefatos. Esta ferramenta também te ajuda a facilmente rodar (Run ou parar (Stop) o servidor; também fazer o Deploy e desfazê-lo (Undeploy); também é possível configurar (Configure) os artefatos.

  • No labels